segunda-feira, 8 de junho de 2020

Ipsis Vérbis


    
Amei-te como me amaste
Quis-te como me quiseste
Entreguei-me como te entregaste
Disse-te tudo como não me disseste...

Morri-te como não me morreste
Perdi-te como não me perdeste
Adorei-te como me adoraste
Soube-te como nunca me soubeste...

Escrevi-te as palavras que leste
Li todas as palavras que me escreveste
Dei-te tudo como me deste
Deste-me tudo e de tudo recebeste...

E "pelas mesmas palavras", escrevi-te estas palavras como tu não me as escreveste.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Ao meu lado existe o vosso lado, e aqui é o vosso espaço. Desejo imenso ler-vos !